Berlusconi volta à corte acusado de suborno

O premiê italiano, Silvio Berlusconi, voltou aos tribunais ontem para responder à acusação de ter subornado o advogado britânico David Mills para que mentisse à Justiça em um processo contra ele na década de 90. Mills foi condenado em 2009 por ter recebido propina, mas o veredicto foi derrubado em última instância porque o caso prescreveu. Na audiência do premiê, a corte decidiu cortar dez testemunhas da defesa, pois busca acelerar o processo para que o caso contra Berlusconi não prescreva em janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.