''Bibi'' quer melhorar economia de palestinos

O líder do partido direitista Likud, Binyamin "Bibi" Netanyahu, agirá de maneira agressiva para melhorar a economia palestina assim que assumir o cargo de primeiro-ministro de Israel, afirmou ontem Dore Gold, um de seus assessores. Na semana passada, o presidente israelense, Shimon Peres, encarregou Bibi de formar o novo governo de Israel após as eleições do dia 10."O ponto principal para Netanyahu é cuidar da economia assim que assumir como premiê para tentar melhorar as condições de vida dos palestinos", afirmou Gold. Segundo ele, o líder do Likud também tem ideias referentes ao processo de paz e à criação de um Estado palestino. No entanto, um plano detalhado sobre o assunto só poderá ser revelado após consultas com funcionários de segurança do governo, depois que Bibi assumir. Gold ainda afirmou que lidar com o programa nuclear do Irã seria uma alta prioridade de Netanyahu após sua posse.Ontem, Bibi reuniu-se com o enviado especial do governo dos EUA para o Oriente Médio, George Mitchell, para tentar avançar no processo de paz na região. Netanyahu qualificou a reunião como "positiva e produtiva".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.