Biblioteca propõe reclassificar livros de Lance Armstrong como 'ficção'

Proposta rodou internet e ganhou apoio de internautas, mas era piada de funcionário.

BBC Brasil, BBC

21 de janeiro de 2013 | 13h12

A promessa de uma biblioteca de Sydney, na Austrália, de reclassificar os livros do ciclista Lance Armstrong como sendo "ficção" virou hit nas redes sociais e ganhou apoio de muitos internautas. Lenda do ciclismo, o esportista caiu em desgraça após admitir o uso de doping.

No fim de semana, um cartaz anunciou que livros como Lance Armstrong: Images of a Champion (Imagens de um campeão) em breve estariam na estante de ficção da biblioteca Manly.

Na última semana o ciclista americano admitiu o uso de substâncias ilícitas em todas as sete provas vencidas por ele no Tour de France, em uma entrevista à apresentadora Oprah Winfrey.

Um porta-voz da biblioteca admitiu que se tratava de uma piada e que os livros de Armstrong não serão reclassificados.

"Foi uma piada. Isso aconteceu no sábado e alguém tirou uma foto e postou a imagem, que se tornou viral nas mídias sociais", explicou Chris Parsons, um porta-voz da biblioteca.

"Não se pode simplesmente reclassificar os livros de ficção para não-ficção", disse.

A imprensa local diz que o cartaz foi produzido por um estudante que trabalha em meio-período na biblioteca. A informação não foi confirmada pela Manly.

Na internet, a maioria dos comentários são de apoio à suposta iniciativa. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.