Bicicleta-bomba explode e deixa 7 feridos na Colômbia

Sete pessoas ficaram feridas, entre elas dois policiais, na explosão de uma bicicleta carregada com explosivos em Arauquita, uma cidade colombiana na fronteira leste com a Venezuela. Segundo a polícia, a explosão ocorreu na segunda-feira à noite, quando uma patrulha policial transitava pelo local. Em seu jornal noturno, a TV Caracol afirmou que uma mulher indígena ferida no atentado morreu horas depois em um centro assistencial de Arauquita. Grupos das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) atuam nessa cidade fronteiriça. Também na noite de segunda-feira, o jornalista Américo Viáfara Valencia, de 39 anos, que trabalha como produtor independente para o canal regional Telepacífico, foi assassinado por desconhecidos em Cali.Viáfara transitava de automóvel pelo sul de Cali, a terceira cidade do país, ao lado do advogado Rubén Darío Cardona e de Manuel Alberto Sevillano, quando foram alvos de disparos. No ataque morreram o jornalista e Cardona, enquanto Sevillano ficou ferido e se encontra sob proteção por ser o único sobrevivente da emboscada. "Este é um ataque típico de assassinos de aluguel", afirmou hoje o coronel Oscar Naranjo, comandante da Polícia de Cali, à rádio Caracol. Acrescentou que o jornalista não havia sido ameaçado, segundo informações de sua família em Cali.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.