BID promete ajuda ao Haiti para combater a pobreza

O presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o colombiano Luis Alberto Moreno, anunciou em Porto Príncipe que vai ajudar a economia do Haiti durante o mandato do presidente do país, René Préval.Moreno teve uma reunião no palácio presidencial com Préval, seu primeiro-ministro, Jacques Edouard Alexis, e vários ministros, na véspera de uma conferência internacional de países doadores em Porto Príncipe.O dirigente do BID elogiou a administração de Préval e disse estar convencido de que o novo governo será capaz de assentar as bases econômicas e institucionais para "promover o desenvolvimento sustentável e reduzir a pobreza."Moreno afirmou que a curto prazo o BID vai ajudar em problemas urgentes como a coleta de lixo nas zonas urbanas, e a longo prazo, em setores fundamentais para o crescimento econômico, como a reabilitação e a extensão da infra-estrutura de transporte, os serviços de eletricidade e água potável, a agricultura e a educação.O BID deve contribuir também nos esforços do governo para reforçar os vínculos econômicos com os haitianos dispersos pelo mundo e incentivar sua participação nos investimentos privados, acrescentou Moreno.Préval, por sua vez, prometeu medidas apropriadas para combater a corrupção no Estado. "Pedi ao ministro das Finanças que a cada mês publique as faturas do Estado e as despesas da maneira mais detalhada possível", declarou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.