BID também apóia López Murphy

A chegada de López Murphy ao Ministério da Economia também recebeu o apoio do presidente do Banco Inter-americano de Desenvolvimento (BID), Enrique Iglesias, que declarou que "os mercados e nós vimos com muita simpatia a nomeação de uma pessoa que tem atributos de sobra para assegurar uma gestão eficiente". Iglesias disse que acredita que a Argentina está "indo para a recuperação". Iglesias preferiu não comentar a possibilidade de que o governo de De la Rúa tenha que pedir uma renegociação das metas fiscais do primeiro trimestre. Sobre as especulações realizadas por vários economistas de que a Argentina deveria dolarizar a economia, o presidente do BID também afirmou que esse "não é um tema que esteja em discussão no país". Além disso, Iglesias sustentou que "o melhor para a Argentina é continuar com o sistema que possui", ou seja, a conversibilidade econômica, onde um peso equivale a um dólar. O ex-presidente Raúl Alfonsín também avaliou a posse de López Murphy, mas menos entusiastamente que Iglesias. Segundo ele, o novo ministro não poderá realizar ajustes que "mais uma vez recaiam nas costas do povo, que já tem gravíssimos problemas".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.