Biden diz que EUA continuarão apoiando Coreia do Sul

O vice-presidente dos EUA, Joe Biden, declarou em viagem à Coreia do Sul que a promessa norte-americana de expandir a atuação na Ásia não deve ser posta em dúvida.

AE, Agência Estado

06 de dezembro de 2013 | 04h05

"Eu quero tornar uma coisa absolutamente clara: a decisão do presidente Obama de reequilibrar a base do Pacífico não está em questão", afirmou Biden. "Os EUA nunca fazem algo sem fazer", repetiu.

Os norte-americanos possuem 30 mil tropas no país há seis décadas, desde o fim da Guerra da Coreia. Biden disse que os EUA e a Coreia do Sul ainda têm muito que planejar para os próximos 60 anos. O vice-presidente dos EUA se encontrou com a presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, depois de uma viagem de uma semana por países da região.

Antes de retornar aos EUA, Biden ainda discursará em uma cerimônia em homenagem a soldados norte-americanos e visitará a zona desmilitarizada entre a Coreia do Sul e a Coreia do norte.

Park disse que "é muito importante para a paz no norte da Ásia ter um vice-presidente com profundos pensamentos sobre assuntos internacionais viajando para essa região" em um momento de crescente volatilidade e tensões. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUACoreia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.