Bielo-Rússia congela bens de George W. Bush e Condoleezza Rice

Autoridades bielo-russas anunciaram nesta segunda-feira o congelamento de todas contas bancárias e ações de propriedade do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, e da secretária americana de Estado, Condoleezza Rice, nesta isolada ex-república soviética.Não está claro se Bush e Rice realmente possuem bens como ações e contas bancárias na Bielo-Rússia. Funcionários da Embaixada dos EUA em Minsk não foram encontrados para comentar o assunto.O anúncio vem à tona pouco depois de Washington ter anunciado sanções contra o presidente da Bielo-Rússia, Alexander Lukashenko, e altos funcionários de seu governo.As sanções incluem congelamento de bens e proíbem cidadãos americanos de fazer negócios com Lukashenko e altos funcionários do governo bielo-russo."Nós imporemos medidas adequadas e simétricas a George Bush e Condoleezza Rice", anunciou Viktor Sheiman, secretário do Conselho de Defesa da Bielo-Rússia, na televisão estatal. "É óbvio para todos que nem eu nem Lukashenko possuímos contas ou bens nos Estados Unidos", declarou Sheiman.EUA e União Européia (UE) impuseram sanções contra Lukashenko depois de sua vitória nas eleições presidenciais de 19 de março. O pleito foi denunciado como "fraudulento". Lukashenko é freqüentemente rotulado por líderes ocidentais como "o último ditador da Europa".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.