Bielorrússia expulsa embaixador da Suécia do país

'Isso aconteceu, porque estamos engajados na democracia', disse ministro sueco

Reuters,

03 de agosto de 2012 | 12h44

ESTOCOLMO - A Bielorrússia expulsou o embaixador da Suécia por promover ações de apoio à democracia, disse o ministro das Relações Exteriores sueco, Carl Bildt, nesta sexta-feira, 3.

Um avião fretado por uma empresa de relações públicas sueca lançou centenas de ursinhos de pelúcia sobre a Bielorrússia no dia 4 de julho, em uma ação pró-democracia, o que levou o presidente Alexander Lukashenko a despedir o chefe de defesa aérea e o chefe dos guardas de fronteira.

"O regime de Lukashenko na Bielorrússia decidiu expulsar nosso embaixador", disse Bildt a repórteres. "Eles fizeram acusações contra o diplomata infundadas. Isso aconteceu, porque a Suécia está engajada na democracia e nos direitos humanos na Bielorrússia."

 

Tudo o que sabemos sobre:
BielorrússiaembaixadorSuécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.