Bin Laden "está muito mal e pode já ter morrido", diz <I>Time</i>

O líder da rede terrorista Al-Qaeda, Osama bin Laden, contraiu uma grave doença transmitida por água contaminada e realmente já pode estar morto, disse uma fonte saudita à revista americana Time. A fonte, que pediu para não ser identificada, diz que autoridades de seu país já receberam diversos informes, tidos como dignos de crédito, de que Bin Laden sofre, há semanas, de uma doença relacionada à água. Relatório do serviço de espionagem francês DGSE, vazado para a imprensa neste sábado, diz que Bin Laden morreu de febre tifóide. A febre tifóide é uma infecção bacteriana, transmitida por água ou alimentos contaminados. O governo francês, embora confirmando a autenticidade do relatório, não confirmou a veracidade de seu conteúdo.A fonte da Time afirma acreditar que há uma "alta probabilidade" de que Bin Laden já esteja morto, mas diz que ainda não há evidência firme nesse sentido. "Não se trata de boato", garantiu. "Ele está muito doente. Pegou uma doença ligada à água, e pode ser terminal. Muitos fatos ligados a isso realmente ocorreram. Mas não temos informação concreta para dizer que ele está morto".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.