Bin Laden foi visto há 2 semanas, diz jornal árabe

O homem mais procurado pelos EUA desde os atentados de 11 de setembro naquele país, Osama bin Laden, foi visto em 13 de março em Khost, no leste do Afeganistão, na fronteira com o Paquistão, enquanto cavalgava à frente de 80 homens. A versão está na edição de hoje do jornal internacional árabe Al Sharq Al Awsat, citando o testemunho do irmão do "chefe militar afegão" Basha Khan. Dois responsáveis afegãos, o chefe da polícia de Khost, Mohamed Mustafá, e um chefe militar local, Kamal Khan, informaram que centenas de militantes da Al-Qaeda no Paquistão se reúnem freqüentemente nas mesquitas a fim de recrutar novas forças para atacar as tropas americanas no Afeganistão. Segundo Mustafá e Khan, muitos desses militantes se encontram na cidade de Miram Shah, na fronteira afegã-paquistanesa, sob o comando de Ayman El Zawahri, o número dois de Bin Laden, e de Galal Eddin Hajkani, ex-ministro do Exterior de fronteira do governo taleban. Ainda segundo o periódico árabe, a rede terrorista liderada por Bin Laden paga US$ 250 a cada combatente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.