Bin Laden não intimida, diz Bush; Kerry promete caçada

O presidente dos EUA, George W. Bush, disse que os americanos não serão intimidados por Osama bin Laden, no dia em que um novo vídeo do líder terrorista veio a público, faltando pouco para a eleição presidencial de 2 de novembro. Mais cedo, o candidato da oposição, John Kerry, havia criticado Bush por haver "terceirizado" a caçada ao líder da Al-Qaeda. O terrorismo é um dos temas dominantes da campanha eleitoral. "Vou deixar isso muito claro", disse o presidente em Toledo, Ohio. "Os americanos não serão intimidados ou influenciados por um inimigo de nosso país. Estou certo de que o senador John Kerry concorda com isso". Kerry, em entrevista, havia dito de Bush: "Ele não optou por usar forças americanas para caçar Osama bin Laden. Ele terceirizou o trabalho". Kerry vem criticando Bush por falhar em capturar o chefe da Al-Qaeda ao longo dos últimos anos.

Agencia Estado,

29 Outubro 2004 | 19h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.