Bin Laden pode estar morto, diz Musharraf

O presidente do Paquistão, general Pervez Musharraf, diz estar "razoavelmente certo" de que Osama bin Laden não fugiu para o Paquistão e que há "grandes chances" de que o líder da organização Al-Qaeda esteja morto. Em entrevista transmitida neste sábado pela televisão estatal chinesa, Musharraf disse que Paquistão entregaria Bin Laden aos Estados Unidos se ele fosse preso por suas forças de segurança. "Ele não está no Paquistão. Disto, nós estamos razoavelmente certos. Mas não posso dizer que estamos totalmente certos. Nós fechamos as fronteiras entre o Paquistão e o Afeganistão", declarou o presidente. "Talvez ele esteja morto por causa de todas as operações que foram conduzidas. Todas as cavernas (da região de Tora Bora) foram bombardeadas", disse Musharraf. "Há uma grande possibilidade de ele ter perdido a vida lá."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.