Bin Laden põe preço na cabeça de Bremer e Kofi Annan

Uma declaração atribuída a Osama bin Laden oferece uma recompensa em ouro pelo assassinato de altas autoridades dos EUA no Iraque e das Nações Unidas. A oferta aparece na transcrição de uma faixa de áudio que apareceu em um website conhecido por divulgar mensagens islâmicas radicais. O site oferecia links para o áudio, mas nenhum deles funcionava. A autenticidade da oferta não pôde ser imediatamente confirmada.?Vocês sabem que a América promete grandes recompensas àqueles que matam os mujahedeen (guerreiros santos)?, diz a transcrição. ?Nós na Al-Qaeda garantimos, se Deus quiser, 10.000 gramas de ouro para quem quer que mate o invasor Bremer, ou o comandante-em-chefe americano ou seu adjunto no Iraque?. O texto se refere a L. Paul Bremer, administrador da ocupação, e a altas figuras militares. A declaração promete recompensa igual pelas mortes do secretário-geral da ONU, Kofi Annan, e de seu enviado ao Iraque, Lakhdar Brahimi. ?Por razões de segurança, as recompensas serão entregues assim que as condições permitirem, se Deus quiser?, continua a transcrição.O texto diz ainda: ?Para aqueles que morrerem durante a matança de um soldado da ocupação, o grande prêmio será dele e nosso quando Deus lhe der o martírio, e o menor (o ouro) irá para sua família?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.