Bin Laden prepara comandos suicidas para guerra terrestre, diz jornal

Seguidores de Osama bin Laden conhecidos como "árabes afegãos" criaram comandos suicidas para serem lançados contra as tropas anglo-americanas que entrarem no Afeganistão, informou hoje o jornal árabe Asharq al-Awsat. Citando fontes de árabes afegãos na cidade paquistanesa de Peshawar, o diário diz que os comandos camicases são formados por fundamentalistas islâmicos treinados em campos de Bin Laden no Afeganistão para ações suicidas com bombas ou pequenos aviões. Dois estreitos colaboradores de Bin Laden, um palestino conhecido como Abu Zubaida e um marroquino cujo nome não é citado, supervisionaram as atividades de adestramento do comando, afirma o jornal. As fontes do Asharq al-Awsat dizem que a decisão de criar comandos suicidas provocou polêmica entre os talebans fundamentalistas, porque foi impulsionada por membros da seita Hanbali, aos quais membros da seita Hanafi opuseram resistência dizendo que o Islã proíbe o suicídio. "Mas os árabes afegãos estão seguros de que os Hanafi mudarão de idéia quando a guerra terrestre começar", disseram as fontes citadas pelo jornal.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.