Bin Laden teria alertado mãe sobre ataques

Serviços de inteligência internacional informaram que têm provas de que Osama Bin Laden telefonou para sua mãe dois dias antes dos ataques aos EUA para alertá-la sobre os fatos, conforme informou hoje a rede norte-americana NBC News. "Em dois dias, você ouvirá grandes notícias e não ouvirá nada sobre mim por um determinado período", teria afirmado Laden. O telefonema seria o mais forte indicativo da ligação entre o saudita e os ataques terroristas nos EUA no dia 11 de setembro. Os EUA suspeitam que Laden foi o mentor do seqüestro dos dois aviões que desencadearam a destruição das torres gêmeas do World Trade Center, em Nova York, e de um terceiro avião que foi lançado contra o Pentágono, em Washington. Uma quarta aeronave seqüestrada caiu em uma região desabitada. O Taleban, milícia que governa grande parte do território do Afeganistão, exigiu que os EUA apresentassem provas contra Laden. Ontem, o primeiro-ministro britânico, Tony Blair, afirmou que existiam evidências inquestionáveis sobre o envolvimento de Bin Laden.

Agencia Estado,

01 Outubro 2001 | 09h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.