Bispo condenado por atropelamento e fuga nos EUA

O bispo Thomas O?Brien foi condenado num caso de atropelamento com morte de um pedestre e fuga sem prestar socorro, um acidente que pôs fim a sua carreira como líder da diocese católica de Phoenix. Acredita-se que O´Brien seja o primeiro bispo católico condenado por homicídio nos EUA.O sacerdote de 68 anos, que se defendeu dizendo que pensara ter atropelado um cachorro ou que o carro havia sido atingido por uma pedra, pode ser condenado a penas que variam de um período de condicional a até três anos e nove meses de cadeia. O´Brien, que compareceu ao julgamento vestindo camisa preta, colar clerical e uma cruz no pescoço, não mostrou emoção ao ouvir o veredicto. ?É um dia triste?, disse o monsenhor Dale Fushek, co-vigário-geral da diocese e amigo do bispo. ?É o tipo de situação em que ninguém ganha. Respeitamos o trabalho do júri, e apenas rezamos para que todos melhorem?. Membros da família da vítima choraram quando o veredicto foi lido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.