EFE/Alberto Vald?
EFE/Alberto Vald?

Bispo evangélico morre por coronavírus no Chile após culto com 300 pessoas

A morte do pastor ocorre em meio a uma grande polêmica pelos insistentes apelos de alguns pastores evangélicos para continuar com as cerimônias religiosas e desafiar o coronavírus

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2020 | 15h01

SANTIAGO - Um bispo evangélico morreu no Chile de coronavírus após ter conduzido, no fim de março, um culto reunindo centenas de pessoas em uma cidade perto de Santiago, em meio a fortes críticas aos pastores protestantes que pedem a manutenção das cerimônias religiosas.

Mario Salfate, de 67 anos, morreu na terça-feira no hospital de Los Andes, onde foi internado em 23 de março "após ser confirmado portador de covid-19", informou a instituição médica em comunicado.

Salfate presidiu um culto em 16 de março, com a participação de cerca de 300 pessoas na cidade de Paine, perto de Santiago. Três outros pastores evangélicos foram infectados na ocasião.

A morte do pastor ocorre em meio a uma grande polêmica pelos insistentes apelos de alguns pastores evangélicos para continuar com as cerimônias religiosas e desafiar o coronavírus. 

Nos EUA, um bispo da Virgínia que  desafiou os avisos sobre o perigo de reuniões religiosas durante a pandemia e prometeu continuar pregando a menos que estivesse 'na cadeira ou no hospital' morreu no fim semana após contrair a covid-19.

O Chile contabiliza cerca de 3 milhões de fiéis evangélicos, uma religião que vem conquistando adeptos - principalmente nos setores populares.

As autoridades de saúde decretaram "quarentenas seletivas" em algumas comunas do país, dependendo do número de infecções. A comuna de El Bosque, em Santiago, entra na quinta-feira em quarentena obrigatória. 

Longas filas em supermercados e repartições públicas eram observadas nesta quarta-feira na localidade antes do início do confinamento. / AFP 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.