Bispo populista ameaça partido governista no Paraguai

Um carismático bispo católico recentemente suspenso pelo Vaticano ameaça a hegemonia do Partido Colorado no Paraguai. Fernando Lugo Méndez deverá se candidatar às eleições presidenciais de 2008, segundo edição desta terça-feira, 27, do New York Times.No governo desde 1947, nenhum partido político está há mais tempo no poder do que o Partido Colorado no Paraguai.Conhecido como "bispo dos pobres", Méndez foi muito influenciado pela teologia da libertação - ideário marxista que contaminou parte do clero latino-americano ao longo dos anos 60 e que não era aceito pela Igreja Católica."Meu discurso, minha personalidade e meu testemunho está acima de partidos políticos, que querem apenas governar sob seus interesses e não pensam na população como um todo", disse o bispo, segundo o NYT.Em seus discursos, o bispo fala sobre a corrupção e a injustiça no país - o que tem lhe rendido um apoio cada vez mais amplp entre a população maia carente do Paraguai.Pesquisas recentes mostraram que o monsenhor Lugo é a figura política mais respeitada no Paraguai e pode ser um dos mais fortes candidatos à Presidência. No entanto, a Igreja e o governo estão buscando maneiras de impedir sua candidatura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.