Bispo quer proteção para cristãos em Israel

Um bispo da Igreja Católica em Israel pediu, neste sábado, maior proteção para cristãos e seus locais sagrados depois de uma série de pequenas explosões ocorridas na última sexta-feira na Basílica da Anunciação, na cidade de Nazaré. O ataque aumentou as tensões políticas e religiosas na Terra Sagrada, apesar de, aparentemente, não ter sido motivado por extremismo religioso. O atentado foi executado por um casal israelense e sua filha, usando um carrinho de bebê onde esconderam fogos de artifício e bombas de gás. Os explosivos foram jogados dentro da basílica, que estava lotada de pessoas, mas não estava protegida. As autoridades policiais disseram que o homem envolvido no ataque não é, aparentemente, um extremista judeu e tem problemas financeiros, que teriam motivado o ataque. Mesmo assim, as autoridades religiosas cristãs pediram proteção para seus locais sagrados.

Agencia Estado,

04 Março 2006 | 10h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.