Bispos dos EUA adiam pesquisa sobre abusos sexuais

Diversas dioceses católicas dos Estados Unidos vêm adiando suas respostas a uma extensiva pesquisa sobre padres que molestam crianças. Os bispos querem, antes, discutir preocupações a respeito da formulação de algumas das perguntas, e se as informações poderiam ser usadas em processos judiciais contra a Igreja.Os bispos encomendaram a pesquisa ano passado, como parte da resposta à crise aberta pelos escândalos sexuais envolvendo sacerdotes e menores de idade. O objetivo seria coletar estatísticas sobre o problema em escala nacional, e avaliar os custos em termos de despesas na Justiça e terapia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.