Bispos dos EUA contratam executiva do FBI

Os bispos católicos dos EUA nomeraram a terceira executiva mais graduada do FBI para acompanhar a nova política da Igreja sobre sacerdotes envolvidos em abusos sexuais e paraevitar futuros escândalos.Kathleen McChesney, de 51 anos, será a primeira diretora-executiva do Escritório para Proteção da Criança e da Juventude, um posto-chave com o qual o episcopado esperam restabelecer sua credibilidade, após um ano em que pelo menos 300 padres, dentre os 46 mil em atuação nos EUA, foram removidos sob acusações de abuso. ?Até um único caso de abuso é intolerável. Nossas igrejas devem ser refúgios seguros para todos?, disse McChesney. Católica, ela está deixando seu trabalho como diretora-executiva assistente do FBI, onde era responsável pelo contato com 18 mil agências de defesa da lei dentro dos EUA e pelas operações do FBI em 44 outros países.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.