Blair apresentará renúncia após última sessão parlamentar

Ele deve ser confirmado como o enviado especial do Quarteto para Oriente Médio

Agencia Estado

27 Junho 2007 | 14h41

O primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair, apresentará nesta quarta-feira, 27, a sua renúncia à rainha Elizabeth II, após participar de sua última sessão parlamentar.Às 12 horas (8 horas de Brasília), Blair tomará parte da tradicional sessão das quartas-feiras, respondendo a perguntas dos parlamentares na Câmara dos Comuns. Os deputados trabalhistas deverão se despedir do líder com uma grande ovação.Após a sessão, de meia hora, Blair deve retornar para sua residência oficial, no número 10 de Downing Street, para se despedir. Também deixarão a residência oficial o chefe do pessoal de Blair, Jonathan Powell; o diretor de comunicações, David Hill; e o porta-voz oficial do primeiro-ministro, Tom Kelly.Depois de se despedir de seus colaboradores, Blair, acompanhado por sua mulher, Cherie, vai ao palácio de Buckingham, num percurso de cerca de cinco minutos, para apresentar à Rainha o "Selo do Governo".Cherie Blair terá que esperar numa ante-sala do palácio enquanto seu marido entrega sua renúncia a Elizabeth II, durante uma breve conversa.Segundo a imprensa britânica, o destino do casal deverá ser a residência de campo dos primeiros-ministros, em Chequers, a norte de Londres. Lá, eles vão esperar o fim das obras na casa que compraram no centro de Londres.De acordo com a imprensa britânica, Blair pode renunciar ainda nesta quarta ao cargo de deputado pela circunscrição de Sedgefield, que mantém desde 1983.Depois de afastado da política britânica, Blair poderá ser confirmado, como enviado especial do Quarteto para o Oriente Médio (EUA, UE, Rússia e Otan).Mesmo fora do poder, o político britânico terá direito a um automóvel oficial e 24 horas por dia de segurança. Sua aposentadoria de primeiro-ministro será de £ 64 mil (€ 94.720) por ano. Também receberá £ 87 mil (€ 128.760) anuais para financiar seu escritório de ex-chefe de governo.Após a renúncia, o ministro de Economia e novo líder trabalhista, Gordon Brown, sairá de seu escritório oficial do número 11 de Downing Street para ir ao palácio de Buckingham, onde a Rainha pedirá a ele que forme o novo governo.Depois de receber o "Selo do Governo" da soberana, Brown voltará a Downing Street, mas ao número 10, onde começará o processo de formação do seu Gabinete.

Mais conteúdo sobre:
BlairrenúnciaReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.