Blair chega a Basra, no Iraque

O primeiro-ministro da Grã-Bretanha, TonyBlair, transformou-se nesta quinta-feira no primeiro líderestrangeiro a visitar o Iraque após a guerra liderada pelastropas anglo-americanas contra o hoje deposto regime de SaddamHussein. Após viajar a bordo de um Hercules C-130 da Real Força Aéreabritânica, Blair foi recebido pelo general Peter Wall,comandante da 1ª Divisão do Exército britânico, no aeroporto deBasra, a segunda maior cidade iraquiana. A visita de Blair tem como objetivo parabenizar as tropasbritânicas que participaram da campanha de invasão, emboramuitos soldados já tenham saído do país. Apenas 20 mil militaresbritânicos continuam no sul do Iraque. Blair conversou brevemente com Wall e outros comandantes,antes de seguir para uma suíte vip reservada antigamente para oex-presidente do Iraque Saddam Hussein e seus convidados. Na suíte, o primeiro-ministro britânico manteve conversasreservadas com o representante especial da Grã-Bretanha, JohnSawers, e com o americano L. Paul Bremer, chefe do Escritório deReconstrução e Assistência Humanitária. "Isto não foi uma coisa simulada, como nos filmes. Foi umaguerra de verdade, com mortos e derramementos de sangue deverdade", disse ele a cerca de 400 soldados britânicos da 7ªBrigada Blindada, cujos membros são conhecidos como "Ratos doDeserto", na área externa de um dos antigos palácios de SaddamHussein.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.