Blair diz que guerra não vai ser fácil

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, reconheceu em entrevista à rádio BBC que será "duro e difícil" remover Saddam Hussein do poder, pois "ele está lá há 20 anos". Ele atribuiu a dificuldade ao fato de haver vários serviços de segurança reprimindo o povo iraquiano. "Nunca será uma situação em que essas pessoas (o governo) simplesmente cederão o poder e partirão." Assessores de Blair disseram que sua aparência abatida, notada nas últimas semanas, não é resultado de estresse, mas de erros de "enquadramento" e iluminação nas tomadas das câmeras de TV. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.