Blair é acusado de tentar vender jatos de guerra à Índia

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, tentou vender pessoalmente cerca de 60 jatos de guerra Hawk a seu colega indiano Atal Bihari Vajpayee, durante uma visita deste último a Londres, em meio ao grave conflito entre a Índia e o Paquistão em torno da Caxemira, região disputada por ambos os governos, afirma o jornal britânico The Guardian. O jornal britânico informa em sua edição de hoje que, em reunião secreta realizada na semana passada na residência particular do primeiro-ministro britânico em Chequers, a oeste de Londres, Blair tentou vender modernos jatos de guerra ao líder indiano, apesar do perigo de uma ação bélica em grande escala contra o Paquistão.Depois de uma entrevista coletiva conjunta, Blair indicou que Vajpayee deveria "reduzir a tensão em relação ao conflito nos territórios ocupados da Caxemira"."Mesmo assim, Blair combinou seu pedido de paz com a tentativa de vender jatos da empresa armamentista mais importante do Reino Unido, a BAE Systems", escreve o jornal britânico.Por sua vez, um porta-voz da chancelaria de Londres afirmou hoje que a situação na Caxemira "continua sendo muito frágil". Tanto as autoridades da Índia como as do Paquistão concordaram, na semana passada, em reduzir o número de tropas em estado de emergência, mas não modificaram o número de soldados que permanece na fronteira com a Caxemira. Ministros e membros do Partido Trabalhista acusaram hoje Blair de utilizar "dois pesos e duas medidas", e conclamaram o primeiro-ministro a dar uma explicação concreta na Câmara dos Comuns, em Londres, para esclarecer a situação da venda de armas à Índia em tempos de uma ameaça de guerra. "Podemos confirmar que Blair falou sobre a venda de jatos Hawk com o líder da Índia", assinalou hoje um porta-voz da Chancelaria britânica. "De qualquer maneira, continuamos com esperança, já que esses jatos são os únicos que satisfazem as necessidades de defesa da Índia".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.