Blair e Chirac anunciam apoio conjunto aos EUA

O presidente da França, Jacques Chirac, e o primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Tony Blair, disseram hoje que seus países apoiarão qualquer represália contra os ataques terroristas nos Estados Unidos, desde que as represálias sejam "apropriadas e efetivas". Os dois líderes se encontraram hoje durante um café-da-manhã no palácio presidencial francês.Ontem, Blair foi à Alemanha e hoje deve começar sua viagem aos Estados Unidos. Quando os Estados Unidos chegarem a uma decisão, e depois de nos consultar, eu não vejo como a França e a Inglaterra não se envolveriam, caso a resposta seja apropriada e efetiva", disse Chirac. Blair disse que a natureza exata da resposta ainda estava sendo discutida. "É certo que nós vamos tomar uma ação contra os responsáveis por estes terríveis atos", disse o primeiro-ministro britânico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.