Blair e Putin afirmam amizade após desacordo sobre Iraque

Rússia e Grã-Bretanha reafirmaram a amizade entre os dois países e resolveram suas diferenças com relação ao Iraque, disse o primeiro-ministro Tony Blair, em entrevista coletiva conjunta com o presidente Vladimir Putin. Os dois líderes estiveram em lados opostos no começo do ano, quando a Grã-Bretanha aliou-se aos Estados Unidos para invadir o Iraque, mas o primeiro-ministro britânico garantiu que essas diferenças foram deixadas de lado."Quaisquer que tenham sido as divergências com relação ao Iraque, estamos agora trabalhando muito próximos no cenário internacional para enfrentar as situações existentes, como terrorismo internacional, armas de destruição em massa e a busca de uma forma de levar o mundo a um caminho de paz e estabilidade", prosseguiu Blair.Putin, que participa de uma visita de quatro dias à Grã-Bretanha a convite da rainha Elizabeth II, retribuiu ao dizer que houve "uma manifestação de simpatia e respeito mútuos" entre os dois países.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.