Blair ´encoraja a guerra´, diz Taleban

Minutos depois da chegada de Tony Blair a Islamabad, o embaixador do Taleban no Paquistão, Abdul Salam Zaeef, afirmou que o primeiro-ministro britânico estava visitando o país "para encorajar a guerra" e que a liderança afegã não tinha nada a dizer a ele. Blair chegou ao Paquistão na noite desta sexta-feira para, segundo ele, expressar sua solidariedade ao presidente Pervez Musharraf, que vem demonstrando apoio à campanha liderada pelos EUA contra o suposto terrorista Osama bin Laden, que, por sua vez, é protegido do Taleban. "Tony Blair veio para encorajar a guerra", disse Zaeef. "Não temos nenhuma mensagem para ele. Se ele tivesse vindo para conversar e negociar, então talvez tivéssemos alguma coisa a dizer", afirmou o embaixador a jornalistas. Zaeef aproveitou a entrevista para agradecer ao Irã por sua recusa em permitir que os Estados Unidos e seus aliados utilizem seu espaço aéreo em qualquer ataque contra o Afeganistão. No entanto, Zaeef não condenou a posição do Paquistão. "Nós entendemos os problemas do Paquistão, mas não temos nenhum comentário para fazer sobre essa questão", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.