Blair: "este é momento de grande gravidade mundial"

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, afirmou há pouco que "este é um momento de grande gravidade para o mundo, nenhuma nação queria isso, mas que para salvar pessoas é necessário fazer ações desse tipo e a Grã-Bretanha já vinha aprendendo essa lição há muito tempo". Blair falou que os ataques de 11 setembro representaram o pior ataque terrorista ao povo britânico e que foram ataques contra cidadão da Grã-Bretanha. Ele disse que independente de um ataque ao solo britânico ou não, o terrorismo ameaça qualquer nação. O primeiro ministro inglês disse que o que o deixa angustiado é ver Osama Bin Laden divulgando o terrorismo. E o que ele e seguidores vêm fazendo é completamente o contrário do que prega o Al Corão, que prega a paz. Assim como George Bush, ele disse que essa é uma guerra contra os terroristas e que não há dúvidas de que Bin Laden é o mentor desses ataques terroristas. Blair disse ainda que submarinos com mísseis estão tomando parte dos ataques contra o Afeganistão. Blair disse que os submarinos se juntaram à ofensiva norte-americana contra as forças militares do Taleban à pedido de Washington. Ele disse que aviões de guerra britânicos devem se juntar ao ataques nos próximos dias.

Agencia Estado,

07 Outubro 2001 | 15h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.