Blair expressa apoio pessoal a Kofi Annan

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, expressou apoio pessoal ao secretário-geral da ONU, Kofi Annan, que tem sido criticado nos Estados Unidos por questões relacionadas à corrupção descoberta no programa Petróleo por Alimentos, em vigor no Iraque durante o governo de Saddam Hussein. Afastando-se do presidente dos EUA, George W. Bush, que tem declinado de demonstrar apoio a Annan, Blair disse: "Acredito que Kofi Annan está fazendo um bom trabalho como secretário-geral da ONU, muitas vezes em circunstâncias bem difíceis"."Espero muito que ele possa continuar seu trabalho... sem críticas que, acredito, se as pessoas analisarem por um momento, verão que são injustas", disse Blair.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.