Blair fará balanço de viagem ao Oriente Médio a Bush

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, chegará nesta quarta-feira a Washington para se encontrar pela segunda vez com o presidente americano, George W. Bush, depois dos atentados terroristas de 11 de setembro. Blair informará o líder norte-americano sobre o giro por países do Oriente Médio.O premier, segundo jornais britânicos, também conversará com Bush sobre as conclusões de uma reunião realizada no domingo em Downing Street (a sede do governo britânico) entre sete chefes de Estado e de governo de países da União Européia, além de o aconselhar a aceitar o oferecimento de ajuda militar feito por países europeus.A ausência de resposta por parte da administração norte-americana causa, segundo analistas, frustração e desilusão ao invés de consolidar a estrutura de sustentação da aliança internacional.Blair também levará a Bush a solidariedade dos países europeus e a determinação de fazer todo o possível para afrontar globalmente o terrorismo.Hoje, Bush reuniu-se com o presidente francês, Jacques Chirac na Casa Branca. Ao término do encontro entre os dois líderes, Chirac afirmou que a França tem 2.000 membros de suas forças armadas envolvidos na coalizão militar contra a rede de Osama bin Laden e regime afegão do Taleban. Ele também afirmou que a França e os Estados Unidos estão trabalhando para montar um governo pós-Taleban.O encontro com Chirac foi o último de uma série de reuniões mantidas por Bush com líderes estrangeiros para manter unida sua coalizão antiterrorismo. Na segunda-feira, o líder norte-americano encontrou-se com o presidente da Argélia, Abdelaziz Bouteflika. Na quinta-feira, manterá um encontro com o presidente Fernando Henrique Cardoso e no final de semana partirá para a sede da ONU em Nova York, para se reunir pela primeira vez com o presidente do Paquistão, general Pervez Musharraf.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.