Blair prepara-se para vitória avassaladora

A quatro dias das eleições britânicas, a única dúvida é o tamanho da esmagadora maioria que o primeiro-ministro Tony Blair terá no próximo Parlamento. Todas as pesquisas de opinião prevêem a reeleição do governo trabalhista, com vantagem média de 18 pontos porcentuais. Até o líder da oposição, William Hague, e a ex-primeira-ministra Margaret Thatcher, ainda a figura dominante do Partido Conservador, admitem a derrota iminente ao advertirem para o risco de que uma nova vitória avassaladora de Blair criaria "uma ditadura eleitoral". Leia mais

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.