Blair teme um novo Afeganistão na África

Antes de viajar, nesta quarta-feira, para uma visita a Nigéria, Senegal, Gana e, possivelmente, Serra Leoa, o primeiro-ministro britânico, Tony Blair, afirmou que a comunidade internacional deve agir com mais vigor na ajuda aos países africanos para evitar o surgimento de situações semelhantes à do Afeganistão no continente."Temos o dever de atuar e podemos atuar para estabelecer mudanças drásticas na região", disse Blair, numa entrevista. "Quando começamos a falar em cancelar a dívida dos países mais pobres, muitos consideraram que isso seria inútil, mas, agora, poderemos ir à África e ver os programas resultantes desta medida."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.