Blair visita Berlusconi e o papa

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, e seu colega italiano, Silvio Berlusconi - dois dos governantes europeus que firmaram uma declaração de apoio aos EUA sobre a crise com o Iraque - têm reunião marcada em Roma. No sábado, Blair será recebido pelo papa João Paulo II, que tenta evitar a guerra. Segundo fontes britânicas, Londres espera "confirmar o acordo ítalo-britânico sobre as principais questões ligadas à Otan e ao Iraque". A questão sobre uma segunda resolução do Conselho de Segurança da ONU que abra o caminho para um ataque militar será abordada nas conversações, acrescentaram as fontes. Boa parte da reunião será dedicada também à preparação da presidência italiana da União Européia, que começará em 1º de julho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.