Blecaute em 9 províncias cubanas afeta 2 milhões

Abastecimento fica prejudicado em mais da metade do país; corte de energia foi total numa extensão de 500 km

HAVANA, O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2012 | 03h02

Um blecaute entre a noite do domingo e a manhã de ontem afetou mais da metade da Ilha de Cuba. Seis das 14 províncias cubanas ficaram completamente sem luz e outras 3 tiveram o fornecimento de energia elétrica afetado, segundo informou a empresa estatal que administra o sistema no país.

A companhia União Elétrica não deu detalhes sobre a causa da suspensão do fornecimento de energia. Informou apenas que houve "uma interrupção numa linha de transmissão".

O blecaute foi total entre a Província de Pinar del Río, na extremidade ocidental da ilha, e Villa Clara, uma extensão de mais de 500 quilômetros. As Províncias de Camaguey, Sancti Spiritus e Ciego de Ávila também tiveram problemas no fornecimento de energia. Estima-se que pelo menos 2 milhões de habitantes tenham sido prejudicados diretamente.

Segundo a blogueira dissidente Yoani Sánchez, na capital, Havana, o fornecimento de energia foi restabelecido por volta das 9 horas locais (10 horas em Brasília).

Grandes apagões eram comuns na ilha durante a década de 90, mas foram superados aos poucos - e uma nova crise energética ocorreu dez anos atrás. Cortes de energia isolados continuam comuns no país, mas apagões generalizados são raros. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.