Blix diz que Iraque precisa cooperar mais

O Iraque não aceitou de fato a resolução da ONU que exige que o país deponha suas armas de destruição em massa, e embora tenha cooperado ao dar acesso aos inspetores internacionais, deve vir a cooperar de maneira mais substantiva, disse Hans Blix, chefe da equipe de inspetores das Nações Unidas. ?O Iraque parece não ter chegado a aceitar genuinamente o desarmamento que se pediu a ele?, disse Blix, em seu informe sobre os 60 dias de inspeções.O chefe dos inspetores disse ainda que o relatório de 12 mil páginas entregue pelo governo iraquiano à ONU ?lamentavelmente? não contém fatos novos. Ele disse que o Iraque deveria ?esforçar-se mais? para oferecer dados precisos.Hans Blix disse que três perguntas continuam sem resposta, a respeito da situação das armas de destruição em massa no Iraque:1. Quanto material para armas ilícitas permanecia intacto e não-declarado antes da Guerra do Golfo, em 1991, e talvez depois?2. Quanto foi ilegalmente obtido ou produzido?3. Como o mundo pode impedir que quaisquer armas de destruição em massa sejam obtidas ou produzidas no futuro?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.