Blogueira cubana é detida em Bayamo

A blogueira dissidente cubana Yoani Sánchez foi detida nesta sexta-feira pela polícia de Cuba em Bayamo, informou a agência Ansa. Segundo informações da Ansa, Sánchez estava com o marido Reinaldo Escobar, um jornalista, e com outros dissidentes em Bayamo quando foi presa. A informação partiu de dissidentes locais que usaram o twitter para informar a detenção.

AE, Agência Estado

05 de outubro de 2012 | 15h45

Um blogueiro comunista favorável ao governo cubano, de apelido Yoandri, disse que Yoani Sánchez foi presa porque se deslocou a Bayamo, no leste de Cuba, para "prejudicar o processo contra Carromero e fazer uma provocação". O espanhol Angel Carromero, militante do conservador Partido Popular (PP), foi detido e está sob julgamento nesta sexta-feira, acusado de ser o responsável pela morte do ativista cubano Osvaldo Payá, morto em 22 de julho em um acidente de trânsito. Carromero dirigia o automóvel e é acusado do homicídio culposo (sem intenção de matar) de Payá, uma vez que teria provocado o acidente por imprudência no volante. Yoandri disse que a blogueira "filo-americana" foi detida hoje.

A família de Payá contesta a versão oficial sobre a morte do dissidente e suspeita que ele foi assassinado.

O ativista cubano Elizardo Sánchez disse que Yoani e o marido "estão neste momento incomunicáveis, porque seus celulares estão sob poder da polícia secreta cubana".

As informações são agência Ansa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.