Blogueira diz que presidente fez 'brincadeira'

Na opinião da blogueira cubana Yoani Sánchez, que viajará pelo Brasil até a segunda-feira, quando tem prevista sua partida para a Europa, o anúncio feito pelo presidente Raúl Castro não passa de "uma piada de mau gosto".

O Estado de S.Paulo

23 de fevereiro de 2013 | 02h07

"Raúl Castro brincou diante de jornalistas dizendo que vai renunciar... que piada de tão mau gosto", afirmou pelo Twitter a cubana, por volta das 17h30.

Pouco depois, Yoani refletiu em sua página no microblog: "Quando se vê à distância as coisas que dizem os governantes cubanos, (as declarações) parecem mais absurdas ainda, mais fora de tempo", tuitou a dissidente do regime cubano, que tem enfrentado protestos de entidades de esquerda desde que chegou ao Brasil, na segunda-feira.

O encontro que Yoani tinha previsto para ter hoje com o senador Eduardo Suplicy (PT), um de seus maiores simpatizantes no País, e o jornalista Gilberto Dimenstein, na Livraria Saraiva do Shopping Pátio Higienópolis, foi cancelado. "Em função da proporção que a passagem da blogueira cubana Yoani Sánchez no Brasil tomou, a Saraiva optou por cancelar o evento programado (...) para garantir a segurança de seus convidados e clientes", afirmou a livraria em nota. Na quinta-feira, uma sessão de autógrafos da blogueira no relançamento de seu livro De Cuba, com Carinho também foi cancelada.

Ontem, a blogueira visitou o Memorial da Resistência, no centro de São Paulo, acompanhada do governador Geraldo Alckmin (PSDB). / G.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.