Blogueiro é detido por fazer oposição em Mianmar

Na semana passada, poeta mais popular do país também foi preso por incluir nos versos críticas ao governo

Efe,

30 de janeiro de 2008 | 01h28

As forças de segurança de Mianmar (antiga Birmânia) detiveram um suposto internauta opositor à Junta Militar. O governo segue reforçando seu controle das telecomunicações e da internet para aplacar vozes da dissidência. Nay Phone Latt, autor de um blog sobre poesia, foi detido nesta terça-feira, 29, em um cibercafé de Rangun, e os soldados revistaram as casas de todos os seus familiares e interrogaram seus amigos, informou nesta quarta-feira, 30, rádio Mizzima. Em seu blog, Latt se limitava a reproduzir poemas de jovens, o que não impediu sua detenção pelas forças de segurança de Mianmar. Na semana passada, eles prenderam o poeta mais popular do país, Saw Wai, após incluir em seus versos uma suposta crítica velada ao chefe da Junta Militar, o general Than Shwe. Após a notícia da detenção de Saw, dezenas de internautas opositores passaram a se esconder da Polícia. No começo da repressão das manifestações a favor da democracia, em setembro do ano passado, vários blogueiros foram interrogados e presos pelas forças de segurança birmanesa. Naquela ocasião, o regime ordenou o fechamento dos cibercafés, cortou o acesso à internet e suspendeu as ligações para o exterior, em uma tentativa de impedir a divulgação de imagens, informações e dados da ação.

Tudo o que sabemos sobre:
Mianmar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.