José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Blogueiro japonês é morto após dar palestra sobre como lidar com brigas na internet

O assassino de Kenichiro Okamoto ‘Hagex’ é um funcionário de uma empresa de Tóquio especializada em segurança online; ele confessou o crime e alegou que odiava o blogueiro

O Estado de S.Paulo

26 Junho 2018 | 06h20

TÓQUIO - O blogueiro japonês conhecido como “Hagex” foi morto no domingo, 24, por um internauta com quem havia discutido virtualmente, após dar uma palestra sobre como administrar "brigas na internet".

+ Facebook é estopim da violência em países onde instituições são frágeis

+ Jovem cientista trava brigas online com ativistas antivacinação

O responsável pela morte de Kenichiro Okamoto “Hagex", de 41 anos, é um funcionário de uma empresa de Tóquio especializada em segurança online. Ele premeditou o crime, cometido com uma faca, segundo a imprensa local.

+ Fim de campanha na França é tomado por notícias falsas

+ Homem é preso no Japão após polícia encontrar nove corpos em apartamento

Segundo seu blog, Okamoto realizou no domingo uma palestra em Fukukoa sobre "brigas na  internet" para "compartilhar sua experiência a partir das divergências online e sobre como superá-las".

O assassino já foi detido e confessou o crime, alegando que odiava o blogueiro, segundo a emissora estatal NHK.

No Japão, as brigas pela internet são frequentes, assim como os casos de assédio, geralmente praticado por pessoas que escondem sua verdadeira identidade. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.