Bloomberg, prefeito de Nova York, deixa Partido Republicano

Especulações são de que bilionário lançaria candidatura presidencial independente

Agencia Estado

21 Junho 2007 | 13h06

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, deixou seu Partido Republicano nesta terça-feira, 19, tornando-se independente. A manobra tem sido avaliada como um passo para lançar sua candidatura independente à Presidência dos EUA em 2008. O bilionário, que por longa data foi democrata antes de se tornar um republicano em 2001, disse que a mudança não quer dizer que ele esteja concorrendo à Presidência. "Mesmo que meus planos para o futuro não tenham mudado, eu acredito que minha afiliação partidária se relaciona com como eu conduzo e continuarei a conduzir nossa cidade", disse Bloomberg. O prefeito, de 65 anos, tem sido alvo de especulações sobre uma possível candidatura independente, apesar de Bloomberg repetidamente prometer deixar a política ao fim de seu mandato em 2009. Com uma fortuna estimada em US$ 5 bilhões, ele poderia facilmente financiar sua campanha. Bloomberg, apesar de integrar o mesmo partido do presidente, George W. Bush, não compartilha a mesma filosofia. Apóia o casamento gay, direito ao aborto e o controle às armas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.