Boca-de-urna dá vitória a nacionalistas bascos

Conforme pesquisa de boca-de-urna, o Partido Nacionalista Basco (PNV) voltou a ser a agremiação política mais votada nas eleições autônomas do País Basco, realizadas neste domingo, apesar de não ter alcançado a maioria absoluta. A vitória do PNV é vista como um incentivo para as ações do grupo separatista ETA (Pátria Basca e Liberdade), ainda que o Euskal Herritarrok (EH), braço político do ETA, confirme as projeções e deixe de ocupar 14 cadeira, ficando com cerca de dez.De acordo com a enquete, o PNV deve alcançar entre 30 e 31 cadeiras, com 40,5% dos votos. Para ter maioria absoluta, é necessário obter 38 cadeiras. O Partido Popular (PP, de centro-direita) é o segundo partido mais votado e terá entre 19 e 20 cadeiras, de acordo com as projeções. Atualmente o PP ocupa 16 vagas no parlamento. Os socialistas (PSOE) devem manter as 14 cadeiras que já possuem, alcançando algo entre 12 e 15 lugares, segundo a sondagem.De acordo com Inaki Alba, diretor de processos eleitorais e documentação, as eleições bascas alcançaram um recorde histórico de comparecimento às urnas, com 78% dos eleitores registrados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.