Boca de urna indica que Merkel perde maioria

Duas pesquisas de boca de urna divulgadas hoje, logo após o fechamento dos colégios eleitorais na Alemanha, apontam que a coalização de centro-direita liderada pela chanceler Angela Merkel deve perder a maioria no Parlamento.

EQUIPE AE, Agência Estado

22 de setembro de 2013 | 14h05

De acordo com as duas pesquisas, encomendadas por televisões públicas alemãs, a aliança formada pelo Partido União Democrata Cristã (CDU, na sigla em alemão), de Merkel, e o União Social Cristã (CSU) conseguiria cerca de 42% dos votos nas eleições nacionais deste domingo. Só que a terceira sigla que compõe a coalizão, o Partido Liberal Democrata (FDP) não alcançaria os 5% necessários para ter representatividade no Parlamento. Com isso, Merkel não teria a maioria necessária para governar.

Esse cenário já era esperado e, segundo os analistas, obrigaria Merkel a buscar uma coalizão maior com grupos de centro-esquerda, entre eles o Partido Liberal Democrata (SPD), que, de acordo com as sondagens de boca de urna, teria aproximadamente 26% dos votos. Já o partido antieuro Alternativa para a Alemanha (AfD) teria conseguido cerca de 4,8%, de acordo com as pesquisas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
alemanhaeleiçõesangela merkel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.