Boehner convida Netanyahu para falar ao Congresso dos EUA

Líder republicano também afirmou, em uma reunião com seu partido, que iria trabalhar para aprovar novas sanções contra o Irã

O Estado de S. Paulo

21 de janeiro de 2015 | 17h49

O presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, o republicano John Boehner, afirmou nesta quarta-feira, 21, que fez um convite ao presidente israelense, Binyamin Netanyahu, para que ele compareça a uma reunião do Congresso que irá tratar sobre a ameaça do Irã e do radicalismo islâmico.

A declaração foi vista como um enfrentamento ao presidente Barack Obama, que horas antes havia dito, em seu discurso sobre o Estado da União, que vetaria qualquer projeto de sanção enviada pelo Congresso contra Teerã.

O líder republicano também afirmou, em uma reunião com congressistas de seu partido, que iria trabalhar para aprovar novas sanções contra o Irã independente da ameaça de veto de Obama, que pede tempo até que as negociações nucleares entre diplomatas de seis países e de iranianos estejam esgotadas.

O convite chega em bom momento para Netanyahu, que está em meio a uma campanha de reeleição em seu país. O governo israelense não se pronunciou ainda sobre o convite. A Casa Branca também não comentou o assunto. Em geral, convites do Congresso a líderes estrangeiros precisam ser discutidos com o Departamento de Estado e a Casa Branca. / Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
EUAJohn BoehnerBinyamin Netanyahu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.