Bogotá confiscará Rolex de Reyes

A Colômbia disse ontem ter iniciado o processo judicial para confiscar o relógio da marca Rolex que pertencia ao ''número 2'' das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Raúl Reyes. O rebelde foi morto durante ataque do Exército colombiano contra a base do grupo no Equador, no dia 1º. Além do relógio, Reyes tinha TV de plasma e outros objetos de luxo. Segundo o chefe da Direção Nacional de Narcóticos, Carlos Albornoz, o Rolex será leiloado logo ''para não perder valor''.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.