Bogotá: dinheiro do tráfico irá para vítimas das chuvas

O governo da Colômbia destinará US$ 25 milhões apreendidos em diferentes operações de combate ao narcotráfico e solicitará um desembolso emergencial de US$ 150 milhões ao Banco Mundial para atender às populações afetadas pelas fortes chuvas que atingem o país sul-americano. O poder público colombiano já utilizou este ano US$ 227 milhões para desbloquear vias, mobilizar equipes de resgate e entregar alimentos a famílias afetadas pelas chuvas e pelas enchentes, entre outras necessidades.

AE, Agência Estado

23 de novembro de 2010 | 18h41

No entanto, "o montante foi insuficiente, pois os problemas foram aumentando" com o passar do tempo, declarou hoje o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, em ato oficial. Ele acrescentou que por este motivo decidiu recorrer a US$ 25 milhões apreendidos em diversas operações de combate ao narcotráfico em 2010 e solicitar ao Banco Mundial o desembolso.

A Colômbia já apreendeu cerca de US$ 140 milhões em dinheiro vivo em operações de combate ao narcotráfico, informou o general José Angel Mendoza, subdiretor da polícia antinarcóticos. As intensas chuvas deste ano já provocaram a morte de pelo menos 155 pessoas em todos o país, segundo Carlos Iván Márquez, da Cruz Vermelha local. No ano passado houve 110 mortes. Ainda segundo Márquez, as chuvas danificaram 251.000 imóveis e provocaram destruição total em 1.550. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.