Bogotá diz que matou 50 membros das Farc desde anúncio de negociações de paz

Desde que o presidente colombiano, Juan Manuel Santos (foto), anunciou que seu governo quer retomar negociações de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), em 28 de agosto, as autoridades do país mataram ao menos 50 guerrilheiros do grupo. Outros 60 insurgentes foram capturados e 30 se entregaram. A informação foi divulgada ontem pelo ministro da Defesa colombiano, Juan Carlos Pinzón. "A ordem do presidente foi clara, não podemos baixar a guarda", declarou Pinzón. A próxima rodada das negociações de paz entre o governo colombiana e as Farc - confirmadas oficialmente na Noruega, no dia 18 - ocorrerá em Cuba, em meados de novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.