AFP
AFP

Boko Haram mata pelo menos 10 no norte de Camarões, diz Exército

Membros do grupo islamista atacaram duas aldeias perto da fronteira com a Nigéria durante a madrugada, mas fugiram ao serem confrontado pelos militares

O Estado de S. Paulo

17 de abril de 2015 | 10h16

YAOUNDÉ - Integrantes do grupo militante islamista nigeriano Boko Haram mataram pelo menos 10 pessoas em ataques durante a noite em duas aldeias no norte dos Camarões, país vizinho da Nigéria, disseram duas fontes do alto escalão do Exército nesta sexta-feira.

Soldados da Nigéria, ao lado de tropas dos vizinhos Chade, Níger e Camarões, vêm expulsando o Boko Haram de muitas áreas de fronteira tomadas pelo grupo este ano, e o ataque desta sexta-feira, 17, foi o primeiro registrado nos Camarões em várias semanas.


 início da manhã, houve ataques consecutivos do Boko Haram em Bia e Blaberi, no distrito de Kolofata", disse um oficial camaronês, que pediu que não fosse identificado.

Ele afirmou que os militantes fugiram através da fronteira, nas proximidades da Nigéria, no momento em que o Exército chegou.

O Boko Haram já matou milhares de pessoas em sua investida, iniciada há seis anos, para criar um Estado islâmico no norte da Nigéria e intensificou os ataques em países vizinhos ao longo do ano passado.

O presidente eleito da Nigéria, Muhammadu Buhari, que derrotou Goodluck Jonathan na eleição realizada no final de março, prometeu esmagar o grupo e tentar encontrar mais de 200 alunas que eles sequestraram um ano atrás em Chibok. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
NigériaBoko HaramCamarões

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.