AP Photo/Joel Kouam
AP Photo/Joel Kouam

Boko Haram sequestra 8 camaronesas e mata 7 em ataque a ônibus

Ataque ocorreu no domingo, a 18 quilômetros da fronteira com a Nigéria; corpos dos sete reféns foram deixados perto da divisa

O Estado de S. Paulo

10 de fevereiro de 2015 | 11h13

O grupo extremista nigeriano Boko Haram sequestrou ao menos oito meninas e matou sete reféns após atacar um ônibus em Camarões, país vizinho da Nigéria, nesta terça-feira, 10.

O grupo, condenado internacionalmente pelo sequestro de quase 300 meninas em uma escola na Nigéria em 2014, capturou oito meninas camaronesas, segundo Chetima Ahmidou, diretor de uma escola na região. As meninas, da cidade de Koza, têm de 11 a 14 anos de idade.

O ataque ao ônibus ocorreu no domingo, a 18 quilômetros da fronteira com a Nigéria. Os corpos dos sete reféns foram deixados perto da divisa entre os países, disse Ahmidou, cujo irmão era o motorista do ônibus e está entre as vítimas.

O Boko Haram trava uma guerra há cinco anos contra o governo nigeriano, sendo responsável por ataques que mataram 10 mil pessoas somente em 2014. Nas últimas semanas, o grupo extremista intensificou suas ações em países vizinhos. Camarões, Níger, Benin e Chade se comprometeram a enviar soldados para uma missão multinacional que pretende destruir o grupo.

Na segunda-feira, o Parlamento nigeriano votou a favor da missão. A decisão chegou logo após a explosão de um carro-bomba na cidade de Diffa. O ato foi atribuído ao Boko Haram, que já havia lançado três outros ataques na mesma cidade desde sexta-feira. / AP

" SRC="/CMS/ICONS/MM.PNG" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.